MENU

The Box

120
1


Descrição

The Box é um jogo do gênero puzzle com elementos de ação em primeira pessoa que se passa em câmaras de testes. Você terá que resolver quebra-cabeças e responder à perguntas para progredir. Cada escolha que você fizer terá uma consequência, boa ou ruim.

The Box é baseado no paradoxo do “Gato de Schrödinger”:

“Um gato, junto com um frasco contendo veneno, é posto em uma caixa lacrada protegida contra incoerência quântica induzida pelo ambiente. Se um contador Geiger detectar radiação então o frasco é quebrado, liberando o veneno que mata o gato. Segundo a mecânica quântica, depois de um tempo o gato está simultaneamente vivo e morto. Mas, quando se olha para dentro da caixa, apenas se vê o gato ou vivo ou morto, e não uma mistura de vivo e morto.”

Mas o que tem a ver o jogo com esse experimento?

As câmaras de testes representam a caixa; Os testes representam o detector de radiação; As suas ações representam as ações do gato; As consequências de suas ações representam o frasco de veneno, que pode ou não ser quebrado; E você, como jogador, representa o gato.


Desenvolvimento

The Box foi desenvolvido em 2014, inicialmente como um projeto de disciplina enquanto eu estava no 5º período do curso de Sistemas de Informação.

As seguintes ferramentas foram utilizadas no desenvolvimento:

• Unreal Engine 3 (UDK): motor gráfico utilizado para a construção dos cenários e programação dos scripts, sendo esses utilizando a ferramenta de programação visual Unreal Kismet. Para a programação em si, utilizei a linguagem Unreal Script.

• Blender 3D: software de modelagem utilizado para a modelagem e animação dos objetos 3D.

• Adobe Flash: utilizado para o desenvolvimento da HUD e da interface de usuário (UI), juntamente com a linguagem ActionScript 3 e o plug-in Autodesk Scaleform.

A duração total do desenvolvimento foi de um ano, sendo seis meses para o desenvolvimento da base apresentável do trabalho e mais seis meses para a finalização e polimento do jogo para lançamento.

The Box foi adicionado no site da Hashi Games, uma "empresa fictícia" que criei para divulgação dos projetos que eu desenvolvia na graduação. Foi onde recebi uma proposta de uma publisher, a LabIndie, para o jogo ser publicado na Splitplay, uma plataforma brasileira de jogos digitais. O jogo foi publicado em 2015, e pode ser baixado gratuitamente no site. Clique aqui para acessar.


Trailer

www.000webhost.com